A concepção de Cidadão na política aristotélica.pdf

A concepção de Cidadão na política aristotélica

O autor prescruta as origens da cidadania na Grécia antiga e nos leva a refletir sobre o papel do cidadão na sociedade atual. Diante de tantos desafios surgidos no tecido social fica cada dia mais evidente a importância da formação e participação ativa da cidadania para a construção de uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária. Para tanto o cidadão deve ser conhecedor da sua história e desenvolver a consciência participativa, pois isolados em seus respectivos mundos não trazem mudanças. Somente o viver e agir em sociedade trarão verdadeiras Transformações.

HERUNTERLADEN

ONLINE LESEN

DATEIGRÖSSE 9.38 MB
ISBN 9783841724786
AUTOR Edvanio de Jesus Nascimento
DATEINAME A concepção de Cidadão na política aristotélica.pdf
VERöFFENTLICHUNGSDATUM 03/04/2020

Num primeiro momento se faz necessário entender o conceito de comunidade para ele, visto que pólis é o que ele pretende definir. Segundo Wolff (2001), a ... sobre ética, política, moral e justiça, trataram da relevância da equidade para o bem e ... dentro do seu legado encontramos a concepção aristotélica de equidade. ... construirmos políticas sociais que respeitem o cidadão no contexto em que ... Segundo ele a educação, a política e a ética constituíam os três pilares básicos ... sua preocupação com a formação do cidadão político enquanto embrião do ...